Categoria "Maquina de Cartão"

Venda através de uma maquina de cartão de crédito para os seus clientes, aceite todas as bandeiras a facilite na hora de fechar uma venda. Confira as novidades da maquineta

Novas maquinas de cartão: os leitores de cartão que vão facilitar as suas vendas

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Novas maquinas de cartão: os leitores de cartão que vão facilitar as suas vendas

Leitores de cartão – De proprietários de comércios a profissionais liberais: ninguém mais pode perder uma venda por falta de opções de pagamento. E os leitores de cartão já são indispensáveis em qualquer negócio.

São muitos os modelos disponíveis, todos com o objetivo de facilitar as vendas. Mas cada um com vantagens específicas.

Comparamos alguns modelos para que você encontre o que mais se adapta às suas necessidades. Confira!

Moderninha

A grande vantagem desse modelo é que o empresário fica livre de mensalidades. Ele compra o aparelho, vendido pelo PagSeguro, através do site do UOL. Feito isso, paga apenas a taxa de transação por venda. Esse valor varia de 2,39% a 4,19% para débito com acréscimo de 2,99% ao mês para crédito parcelado.

A Moderninha dispensa o uso de celular. O chip de acesso à internet está embutido na máquina. Há duas opções de conexão: Wi-Fi e GPRS. Ou seja, se uma falhar na hora da venda, você poderá recorrer à outra.

Aceita uma grande variedade de bandeiras: MasterCard, Visa, Elo (crédito), American Express, Hipercard, Diners, Ticket e Sodexo.

Cielo Mobile

O Cielo Mobile é um leitor de cartão sem custos de aquisição. Porém, o empreendedor paga uma mensalidade referente à locação e ao suporte técnico da máquina.

A vantagem é que você não terá que desembolsar uma quantia razoável de uma só vez para a compra do equipamento. A desvantagem, entretanto, é que o dinheiro gasto durante um ano com as mensalidades compraria um aparelho da concorrência.

As taxas de transação variam de 3,19% (para débito) a 6,99% (para crediário). As taxas para venda parcelada são menores, porém o vendedor recebe parcela a parcela.

O Cielo Mobile aceita mais de 20 bandeiras de cartões.

Zoop Mobile

O Zoop Mobile é um leitor leve (pode ser carregado no bolso) e de preço acessível. Ele é compatível com tablets e smartphones, podendo ser comprado pelo site da empresa. Mas atenção: o Zoop Mobile só está disponível para Android e alguns aparelhos celulares. Portanto, verifique a compatibilidade antes da aquisição.

São dois planos de pagamento: o Standard e o Pro. O primeiro tem taxas de transação mais baixas, mas o prazo para receber é mais longo. Já no plano Pro, com taxas que variam de 2,99% (débito) a 4,99% (crédito de 7 a 12 vezes), você recebe no mesmo dia.

Esse leitor aceita apenas as bandeiras Visa, Visa Electron, MasterCard e Maestro.

SumUp

O SumUp é um leitor de cartão voltado para quem precisa receber apenas em crédito ou parcelado. Ideal para profissionais liberais.

Oferece duas opções de recebimento. No Plano Acelerado, o saldo é depositado em 5 dias e a taxa é de 4,6% para crédito à vista com acréscimo de 1,5% para cada parcela extra.

No Plano Econômico, o recebimento acontece em 30 dias e as taxas vão de 3,1% (vendas à vista) até 4,9% (parcelamentos em 7 a 12 vezes).

Ele é compatível com Android e iOS, além de aceitar as bandeiras Visa, MasterCard, American Express e Elo.

PagSeguro

O PagSeguro pode ser utilizado por quem não tem conta bancária e movimenta o dinheiro das vendas por meio de cartão pré-pago.

Esse é o único leitor de cartão do mercado que funciona com sistema da Microsoft, por isso também é compatível com Windows Phone – além de Android e iOS.

Esse aparelho só oferece opção de crédito e recebimento em 30 dias. Suas taxas são: 3,59% à vista e 4,19% no parcelado com acréscimo de 2,99% por parcela extra.

Aceita as bandeiras Visa, MasterCard, Cabal, Elo, American Express, Diners e Hipercard.

Agora que você conhece os diversos leitores de cartão, esperamos que esteja pronto para fazer a escolha certa para o seu negócio. Quer mais publicações como esta? Então assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

consulta spc

consulta spc

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Faz sentido aceitar a bandeira Elo no seu estabelecimento?

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Faz sentido aceitar a bandeira Elo no seu estabelecimento?

Bandeira Elo – O cartão já é o meio de pagamento mais utilizado no dia a dia dos brasileiros. Prático e simples, bastam alguns segundos para concluir uma transação e adquirir algum serviço ou produto, também por meio de parcelamento.

Uma das bandeiras de cartões que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado é a Elo, que hoje já compete diretamente com grandes nomes como Visa e Mastercard. Entenda os motivos pelos quais aceitar a bandeira Elo no seu estabelecimento pode alavancar vendas e aumentar sua lucratividade!

O surgimento da bandeira Elo no Brasil

A Elo começou a sair do papel e tomar forma em 2010, fruto do esforço conjunto de gigantes como Cielo, Alelo, Bradesco, Caixa e Banco do Brasil para criar uma bandeira que desafiasse Visa e Mastercard, donas até então de uma parcela de cerca de 90% do mercado brasileiro.

Ela foi lançada oficialmente em abril do ano de 2011 a partir de um fundo que tais bancos já construíam há cerca de quinze anos ― embora na prática seja tratada com um tipo de startup desde os seus primeiros passos.

Ainda no final de 2014, o número de cartões que contavam com a bandeira Elo já alcançava a surpreendente marca de 15 milhões. Se algum cartão é pedido em algum dos bancos citados sem a delimitação de bandeira específica, será a Elo a emiti-lo.

Principais desafios para a adoção da bandeira Elo

Os primeiros passos da bandeira Elo no Brasil

Tendo em vista o crescimento da Elo no país, os estabelecimentos começaram a se adequar para a aceitação da bandeira, já que grande parte das vendas vem diretamente de cartões, sejam eles de débito ou crédito.

Inicialmente, os vendedores encontraram grandes dificuldades para adquirir máquinas que aceitassem a bandeira. Os consumidores também se viram impossibilitados de realizar compras ante a ausência de estabelecimentos que a admitissem, o que ocorria também para vendas pela internet.

Com o passar do tempo, outros bancos que não seus criadores passaram a atender a demanda do mercado. Empresas como a Rede, GetNet, Bin e Santander aproveitaram a oportunidade e adequaram suas máquinas para também aceitarem a bandeira Elo.

A bandeira Elo atualmente

Tendo em vista a grande influência de seus idealizadores e notável ganho de espaço da Elo no mercado, tornou-se mais fácil adquirir máquinas que aceitam a bandeira, o que consequentemente também aumentou o número de adeptos da marca.

A perspectiva é que essa facilidade aumente, já que os responsáveis pela bandeira fecharam um acordo com outro grande nome do varejo e bandeira no mundo, que tende a espalhar a Elo para diversos países com a concessão de diversos benefícios.

Além disso, empresas que fornecem vale-alimentação também embarcaram na ideia da bandeira brasileira e passaram a aceitar cada vez mais o cartão da Alelo, o que abre ainda mais espaço para o crescimento da marca no Brasil

A relação da bandeira Elo com os lucros

Tendo em vista que a bandeira Elo já representa mais de 7% do mercado brasileiro, com tendência de aumento, é importante se adequar e aumentar as possibilidades de lucro aceitando-a em seu estabelecimento.

Aumente a sua competitividade no mercado e destaque-se dos concorrentes aceitando a bandeira. Sua segurança e confiabilidade constituem diferencial que justifica o investimento e certamente vão trazer retorno ao longo médio prazo.

E então, entendeu por que o seu estabelecimento deve aceitar a bandeira Elo? Entre em contato com o iRecarga e saiba quais os tipos de máquina de cartão de crédito aceitam a marca!

maquina de recarga

maquina de recarga

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Vale a pena receber pagamentos no cartão na sua empresa?

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Vale a pena receber pagamentos no cartão na sua empresa?

Receber pagamentos no cartão – Oferecer diversas formas de pagamento pode ser uma ótima maneira de atrair clientes e vender mais. Porém, existem muitas dúvidas em relação à implementação de um sistema para receber pagamentos no cartão de crédito em negócios de pequeno e médio porte.

Você tem dúvidas quanto a isso também? Afinal de contas, esse investimento dá o retorno que você espera? Veja aqui tudo que você precisa saber sobre o tema.

O que vale a pena saber antes de implementar o serviço

Para saber se aceitar cartão seria conveniente para o estabelecimento, a primeira coisa a se fazer é examinar bem a sua clientela. Conhecer o perfil de seus consumidores é essencial para descobrir se realmente fará alguma diferença inserir a opção de receber pagamentos no cartão.

Via de regra, os negócios tendem a se beneficiar com a adoção do cartão como forma de pagamento. No entanto, para ter mesmo a certeza de que essa medida foi acertada, faça uma análise do seu fluxo de vendas pré e pós-adoção da tática, a fim de verificar se houve uma diferença real nas vendas do estabelecimento.

As taxas

Para começar a aceitar os cartões de débito ou crédito, a empresa terá que contratar o serviço de alguma operadora que administre o serviço. É indispensável fazer uma pesquisa ampla de taxas e outros serviços cobrados antes de fechar contrato.

Os serviços da máquina

Algumas operadoras oferecem máquinas que podem fazer outros serviços além de receber pagamentos no cartão, como a recarga de celulares pré-pagos.

Obter esse tipo de serviço pode ser interessante para seu negócio, visto que o custo da máquina poderá ser menor e até autossustentável. Ou seja, o montante recebido com outros serviços eventualmente cobrirá o aluguel do equipamento.

Mas é importante lembrar que, para entender se esses serviços adicionais agradarão seus clientes, é indispensável ter um conhecimento exato de qual é o seu público-alvo e quais são seus hábitos de consumo.

Entenda as vantagens de receber pagamentos no cartão

Receber pagamentos no cartão pode trazer muitas vantagens que vão além de atrair novos clientes. Saiba aqui ao menos duas delas:

Facilidade para o cliente

Hoje em dia, conforme dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, em torno de 72% dos empreendedores de varejo e serviços aceitam que seus clientes paguem as compras com cartão de crédito. Isso acontece porque a compra com o cartão de crédito é mais prática para o cliente.

Se a loja for física, essa forma de pagamento oferece mais segurança, já que não é preciso andar com dinheiro vivo na carteira para fazer suas aquisições.

maquina de recarga de celular

maquina de recarga de celular

Incentivo para a compra espontânea

A compra de mais produtos é impulsionada pelo uso do cartão de crédito. Isso porque, com ele, fica mais difícil manter o controle sobre as compras espontâneas.

Como a pessoa não sente, na hora da compra com o cartão, o impacto daquela compra, ela se vê inclinada a gastar um montante maior. Por essa razão, o lucro do local tende a aumentar.

Receber pagamentos no cartão pode ser uma ótima iniciativa e trazer vários benefícios que refletirão positivamente em seu lucro. Se você tem interesse em abraçar esse sistema de pagamento em seu empreendimento e, também, em vender recargas de celular, entre em contato com a iRecarga para descobrir as melhores ofertas!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Como vender mais em lojas de conveniência durante o Natal?

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Como vender mais em lojas de conveniência durante o Natal?

Como vender mais em lojas de conveniência – O Natal está chegando e essa pode ser uma boa oportunidade para vender mais em lojas de conveniência. Isso acontece porque esse tipo de estabelecimento pode oferecer uma opção rápida e acessível de o cliente comprar artigos para presentear seus familiares e amigos nas festas natalinas.

No entanto, as vendas podem se intensificar ainda mais se alguns tópicos forem observados. Para ajudá-lo, nós elencamos algumas dicas de como impulsionar as vendas da sua loja no Natal. Continue a leitura e entenda!

1. Faça uma decoração natalina

O primeiro passo para aumentar as vendas no período do Natal é montar uma decoração bonita e chamativa na loja de conveniência. Use e abuse da sua criatividade no layout da loja, com enfeites e luzes, deixando a vitrine e o interior da loja com o espírito natalino.

Uma ideia interessante é também montar uma árvore de Natal no interior do estabelecimento, pois esse tipo de enfeite chama a atenção das pessoas e pode atrair um público que, talvez, não entraria na loja em circunstâncias comuns.

consulta spc

como fazer consulta spc e serasa

2. Monte kits rápidos para presente

Durante o mês do Natal, é comum que as pessoas participem de diversos eventos como o amigo-secreto da empresa ou festas de confraternização com familiares e amigos. E, como o dia a dia de todos é muito corrido, nem sempre dispõem de tempo para encontrar um bom presente.

Por isso, você pode vender kits rápidos e práticos na sua loja de conveniência. Combine produtos que já são vendidos no seu estabelecimento com outros que sejam temáticos da época, como panetones e cidras, por exemplo. Também é necessário caprichar na embalagem para que o kit seja algo para ninguém colocar defeito.

3. Crie promoções

Para atrair a clientela para a loja de conveniência uma boa ideia é a criação de promoções especiais para o Natal. Você pode, por exemplo, fazer sorteios para quem comprar os presentes das festividades no seu estabelecimento.

É importante que, ao realizar sorteios e promoções, sejam disponibilizados ao cliente o regulamento, bem como a data em que a premiação será realizada. Como vender mais em lojas de conveniência

 

4. Divulgue o seu negócio nas redes sociais

Hoje em dia é raro encontrar alguém que não esteja presente em pelo menos uma das diversas redes sociais que existem no universo online. Por isso, divulgar as promoções e artigos natalinos, bem como as fotos de sua decoração nesse tipo de mídia, pode chamar a atenção de seus clientes.

Outra boa dica é sempre usar hashtags que direcionem as suas publicações a outras com temática natalina, assim os usuários terão mais chances de visualizar a sua publicação. Como vender mais em lojas de conveniência

5. Venda créditos para celular

É bastante comum que nas festas de fim de ano as pessoas tenham o desejo de ligar para pessoas queridas para dar seus votos de felicidade para o ano novo que está chegando. Porém, sem créditos no celular isso se torna impossível.

É por esse motivo que a sua loja pode lucrar se aproveitar o período de festividades para vender créditos de celular. Além disso, a compra de créditos pode servir de chamariz para que um cliente adquira outros produtos da sua loja.

E então, está preparado para vender mais em lojas de conveniência? Então continue aprendendo e leia nosso artigo que fala sobre como aumentar as vendas a partir do mix de produtos. Como vender mais em lojas de conveniência

maquina de recarga

maquina de recarga de celular

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
Curiosidade e dicas para lojistas, varejistas, autônomos. Tudo sobre maquinas de recargas de celular, maquinas de cartão de credito, consultas serasa e consultas spc.