6 formas de diminuir o risco financeiro da sua empresa

0
Venda de recarga de celular

Diminuir o risco financeiro da empresa – 6 formas de diminuir o risco financeiro da sua empresa

Diminuir o risco financeiro da empresa – No cenário econômico atual, buscar por maneiras de diminuir o risco financeiro da empresa deve ser regra. Os números do mercado são preocupantes em relação à inadimplência e fechamento de negócios.

Com um recorde de mais de 59 milhões de brasileiros inadimplentes — registrado pela Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em junho de 2017 — e uma taxa de encerramento de 24% das atividades de empresas com até dois anos de atuação, em média nacional — segundo o SEBRAE — é essencial buscar formas de garantir a saúde financeira do negócio e seu crescimento sustentável.

Pensando nisso, listamos abaixo 6 dicas que ajudam na tarefa de diminuir o risco financeiro da empresa e garantir o seu crescimento com segurança. Confira!

consulta serasa

Consulta serasa

1. Conheça bem seu público

Com tantas pessoas inadimplentes, é fundamental conhecer bem seu público e saber se ele também faz parte desse grupo. Se esse for o caso, a empresa pode criar práticas que incentivam o pagamento à vista de seus produtos e serviços, a fim de não correr riscos.

Além disso, formas de pagamento como boleto e cheque podem ser retiradas das opções oferecidas pela empresa, uma vez que facilitam a inadimplência. Em vez disso, adote o recebimento em dinheiro ou cartão de débito.

2. Faça o controle de aspectos jurídicos e contábeis da empresa

Outro fator que pode impactar o fluxo de caixa do negócio e aumentar os custos da empresa são aspectos jurídicos e contábeis da empresa. De fato, manter o funcionamento do negócio em ordem com a Receita Federal e governo não é algo simples. São impostos, taxas e prestações de contas que devem ser feitas com precisão para evitar problemas judiciais.

Por isso, é importante ter um contador na empresa, setor jurídico ou um advogado de confiança para lidar com essas obrigações do negócio e garantir que tudo será feito conforme a lei e dentro dos prazos corretos. ​

3. Não dependa de apenas um fornecedor

Depender apenas de um fornecedor também é arriscado para a saúde financeira do empreendimento. Isso significa que se essa empresa decide aumentar os preços ou parar de fornecer para o seu estabelecimento, não há o que fazer além de lidar com uma crise financeira.

Por isso, é importante ter sempre uma lista de possíveis fornecedores substitutos. Ou, então, garantir em contrato condições de pagamento e regras para alterações de valores.

4. Invista em novos canais de captação

Do outro lado da balança, a empresa pode investir em práticas que aumentam o fluxo de entrada do caixa, fornecendo maior estabilidade e segurança para lidar com os custos do negócio e investir em sua gestão.

Para isso, é importante buscar formas de captar mais clientes. Algumas práticas interessantes são a busca por novos canais, como redes sociais e internet. A empresa também pode ampliar o mix de produtos e serviços oferecidos no estabelecimento que melhoram a experiência do cliente — como ter Wi-Fi gratuito, máquina de recarga de celulares, ambiente para descanso etc.

Uma dica é usar as informações sobre os clientes da empresa para identificar o que é interessante para esse público, tomando decisões mais assertivas no negócio.

5. Crie um plano de fidelização de clientes

Além disso, a empresa pode investir numa estratégia de fidelização de clientes, incentivando a recompra dos produtos e aumento do ticket médio gasto por eles.

Práticas como envio de e-mail marketing com novos produtos, promoções e condições especiais são comuns dentro dessa estratégia. O contato telefônico também é interessante, se esse é um canal usado pela empresa.

6. Sempre realize análise de crédito

Existem diversos motivos para avaliar as condições de crédito de clientes e fornecedores. Essa prática ajuda a empresa a ter uma compreensão melhor de quem são as pessoas e empresas que impactam o seu fluxo de caixa, evitando golpes, inadimplência e crises que reduzem seu crescimento.

Use essas dicas para diminuir o risco financeiro da empresa e garantir o crescimento sustentável do negócio. E claro, se quiser implementar a análise de crédito no seu negócio, entre em contato com a iRecarga e conheça esse e outros serviços oferecidos pela nossa empresa!

 

consulta spc

consulta spc

Compartilhar.

Deixe o seu comentário