Negativação de CPF e CNPJ – 7 perguntas respondidas sobre negativação de CPF e CNPJ


Negativação de CPF e CNPJ
Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
 

Negativação de CPF e CNPJ – 7 perguntas respondidas sobre negativação de CPF e CNPJ

Negativação de CPF e CNPJ – A negativação da pessoa física ou jurídica nos serviços de proteção ao crédito deve ser a última alternativa. No entanto, muitas empresas não sabem como agir em face de clientes inadimplentes.

No post de hoje, esclarecemos algumas dúvidas sobre negativação de CPF e CNPJ respondendo a 7 perguntas. Confira!

 

consulta spc

consulta spc

1. Qual é a forma mais segura de negativar CPF e CNPJ?

Há diversas ferramentas na web que permitem que qualquer usuário e/ou empresa realizem consultas a SPC on-line e à negativação de clientes inadimplentes.

Se o inadimplente for negativado e acionar a sua empresa na Justiça dizendo que comprou e não recebeu, o empresário poderá ter dor de cabeça, já que a maioria das empresas prestadoras desse serviço não pede nota fiscal ou qualquer comprovante para realizar a negativação.

Por outro lado, ao negativar um CPF ou CNPJ no cartório, o empresário terá a segurança da confiabilidade do órgão. Este fará uma análise da documentação e exigirá os documentos necessários para registrar o protesto.

2. Quais são as diferenças entre negativação de CPF e CNPJ?

Basicamente, a negativação do CPF ocorre quando a empresa está protestando uma dívida contra um consumidor comum. A negativação geralmente acontece no SPC.

A negativação do CNPJ é quando uma empresa está protestando uma dívida contra outra empresa (pessoa jurídica). O protesto, em grande parte, é realizado na Serasa.

3. Qual o prazo para fazer a negativação?

As cobranças da dívida podem ser realizadas a partir do sétimo dia do prazo limite para pagamento. Após o período de 30 dias, a empresa poderá fazer a negativação do inadimplente.

4. Como comprovar que o serviço foi utilizado e não foi pago?

Quando entregar o produto, a fatura deverá estar no nome da empresa que receberá a mercadoria/serviço. Além da assinatura, é preciso que o CPF ou CNPJ do recebedor esteja impresso na nota. Esse registro será suficiente no momento da negativação.

consulta cnpj

consulta cpf

5. Como fazer um instrumento de protesto?

O credor deverá pegar o comprovante da dívida e levá-la até um cartório ou banco para protestá-la. No cartório, será realizado um exame para saber se todas as informações estão corretas. Após a análise, será criado o instrumento de protesto.

O devedor receberá uma intimação em sua residência, que pode ser em forma de um simples comunicado até uma carta-boleto, com o instrumento de protesto anexado à intimação.

6. Qual é o prazo para pagamento após o recebimento do protesto?

Após o recebimento da intimação, o devedor terá três a cinco dias úteis para realizar a quitação da dívida. Caso o débito não seja pago, o nome dele será adicionado aos bancos de dados de inadimplentes.

7. O que fazer após o pagamento da dívida?

Após a quitação da dívida, a empresa deverá entregar a via original do instrumento de protesto ou declaração de quitação e anuência. Esse documento será necessário para que o credor possa efetuar o cancelamento do protesto realizado contra ele.

Caso você tenha alguma outra dúvida sobre negativação de CPF e CNPJ, deixe um comentário. A sua participação é muito importante para construirmos um conteúdo cada vez melhor!

Compartilhe com os amigosShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta